7 fundamentos do marketing digital intactos na crise

fundamentos do marketing digital

Pandemia e fundamentos do marketing digital. Por que relacionar esses dois assuntos? Calma, que nós vamos te explicar. A ideia deste material é mostrar como o novo coronavírus tem mudado hábitos e acelerado processos até então inimagináveis. 

Essas mudanças, porém, ainda que extremamente significativas e diretamente ligadas aos padrões de consumo, não alteraram determinados conceitos, principalmente os de marketing digital. 

Veja, com a pandemia, a ascensão digital, que já alcançava patamares interessantes, se tornou ainda mais evidente, indicando que os hábitos tecnológicos adotados pelas pessoas neste período tendem a continuar mesmo após as quarentenas. 

Quer saber mais sobre o assunto? Então, não perca a leitura.

Fundamentos do marketing digital em meio à crise

O mundo praticamente parou quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou a pandemia de Covid-19 em meados de março. Ninguém sabia ao certo a gravidade do problema. Milhares de pessoas morrendo, outras tantas sendo demitidas, negócios falindo, economia mundial à beira do caos. O planeta pedia socorro.

Ainda que a maior parte da população global estivesse em quarentena ou afetada de alguma maneira pela crise, ela não deixou de consumir. Afinal, as pessoas continuavam com as suas necessidades básicas, como alimentação, higiene, vestuário etc. O que mudou então?

Ora, se antes pesquisar e comparar preços de produtos e serviços pela internet já era uma realidade, agora, isso ficou ainda mais vital. E o que as empresas estão fazendo para sobreviverem a este novo cenário?

Bom, as mais atentas não apenas mantiveram seus investimentos em marketing como ampliaram e aumentaram a gama de possibilidades para oferecer o melhor atendimento aos seus clientes.

Os serviços deliverys ganharam destaque, descontos, promoções e brindes se tornaram diferencial e, claro, as ações sociais de algumas dessas empresas elevaram suas marcas a novos patamares. 

Tudo isso graças ao marketing, só que agora, ainda mais voltado para o digital. Neste novo normal, as pessoas mudaram, o consumo mudou e os serviços e produtos oferecidos aos consumidores também precisaram seguir essa tendência. 

O que essas mudanças no consumo significam para o marketing digital?

Tudo no marketing passa por processos de evolução e adaptação ao longo do tempo. As bases, no entanto, seguem sólidas. No digital não seria diferente. Oferecer a melhor experiência ao consumidor continua sendo objetivo primordial de quem pretende se manter vivo no mercado mesmo com a pandemia. 

Ainda que boa parte das pessoas estejam em casa, é possível pensar fora da caixa e continuar vendendo seus produtos e serviços de forma estratégica e com ações que se diferenciam dos concorrentes.

Fundamentos do marketing digital que permanecem intactos à crise

Bom, chegamos ao tópico que te trouxe até a leitura deste artigo. Se está claro que o consumidor mudou e que a forma de consumir também, o que eu preciso fazer para que meu negócio sobreviva e cresça neste “novo normal”? Quais são as ações e fundamentos do marketing digital que eu devo continuar aplicando?

Vamos às respostas:

1 – Persona e leads qualificados

Conhecer a fundo o seu público continua sendo primordial para uma boa estratégia de marketing digital. Por isso, invista em pesquisas para determinar sua persona, o seu cliente ideal. Deste modo, sua comunicação será mais assertiva gerando leads cada vez mais qualificados.

2 – Planejamento estratégico

Se você já sabe quem é a sua persona, chegou a hora de determinar como e de que maneira você deve se relacionar com ela para alcançar o seu objetivo. O planejamento estratégico é fundamental para você ter a visão clara de onde está e para onde quer ir. É nesta etapa que toda ação deve ser planejada considerando eventuais problemas e situações que possam interferir no resultado que você determinou.

3 – Marketing de Conteúdo

Cultive uma relação próxima com a sua persona entregando conteúdos de valor. Seu público precisa te conhecer, ter a certeza que você está preocupado com as dores dele e que a sua solução pode ser a mais indicada para resolver suas questões. Somente depois de estabelecer uma relação de confiança com a sua marca é que será possível tornar esse lead um cliente de fato.

4 – SEO

Os conteúdos que você gera precisam atender o que a sua persona busca. Por isso, ele precisa ser rico, bem escrito e estratégico. Técnicas de SEO bem aplicadas vão além de atender aos requisitos dos mecanismos de busca do Google. Afinal, você está escrevendo para pessoas, portanto, é para elas que sua atenção deve ser voltada. 

5 – Fluxo de nutrição

Mantenha uma comunicação significativa e periódica com a sua persona. Seja através de posts em blogs, redes sociais ou emails marketing, o importante é que um relacionamento verdadeiro esteja acontecendo entre seu público e sua marca. Mas tome cuidado para não ser repetitivo ou invasivo. Evite a todo custo receber um block por ser considerado chato demais.

6 – Funil de vendas

Atente-se às fases do funil. Todo conteúdo precisa ser estruturado considerando a etapa em que o lead está. Imagine o quanto é desagradável receber uma comunicação quente, direcionando para uma compra quando você nem sequer conhece direito a empresa. Portanto, não caia nesse erro comum. 

7 – Métricas 

Se você não estabelece metas e não avalia os números, estará às cegas num mercado hostil. Por isso, determine os KPIs que façam sentido para sua estratégia e avalie os gráficos periodicamente. É esse acompanhamento que vai te mostrar se você está no caminho certo ou se precisa melhorar em determinados pontos. Não trabalhe contando com a sorte.


Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre o assunto? Então, acompanhe as atualizações da Gerenteweb na página do Facebook.

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.