Campanhas de links patrocinados para hotéis: os 5 erros mais comuns

Quando um hotel inicia uma campanha de links patrocinados, deve utilizar todos os recursos disponíveis pela ferramenta do Google AdWords na hora de se criar tal campanha e os anúncios.

A ferramenta nos oferece uma série de recursos que, por diferentes motivos, não são utilizados pelos gestores das contas e que podem fazer toda a diferença no sucesso de uma campanha.
Entre os 5 erros mais comuns que citaremos abaixo, 3 deles dizem respeito a não utilização de tais recursos. Vamos a eles.

1- Campanhas de remarketing sem segmentação e tempo de expiração

Campanhas de remarketing são excelentes meios para conversão, mas devem focar apenas em usuários que acessaram mais do que 2 ou 3 páginas do site. A campanha deve ser segmentada não apenas para quem caiu de paraquedas em seu site, mas sim para quem visitou e demonstrou interesse no hotel.

Você sabia que é possível criar listas de remarketing por tempo de permanência no site ou para usuários que acessaram mais do que X páginas de seu site? Fazendo uso dessa segmentação, você poderá ser mais assertivo no lançamento de campanhas de marketing hoteleiro e promoções cada vez mais específicas.

2- Não ativar as extensões de comentários

Sim, seu hotel é fantástico, nós sabemos disso mas, com as extensões de comentários, os clientes saberão que fontes imparciais têm a mesma opinião. É possível utilizar, por exemplo, alguns comentários positivos do TripAdvisor. Veja exemplo abaixo.

Links patrocinados para hotéis: Exemplo de Extensao de Anúncios

Fontes do Google afirmam que as extensões de comentários podem impulsionar em até 10% a taxa de cliques de um anúncio.

3- Pausar grupos de anúncio sazonais

Não é necessário direcionar as campanhas de links patrocinados do seu hotel apenas aos pacotes e feriados mais próximos. Se alguém procurar por réveillon em março, faz todo sentido que ele encontre seu hotel entre os resultados da busca. Entenda que mesmo que o pacote ainda não tenha sido publicado, você pode criar uma lista de remarketing com usuários interessados naquele período/pacote. Quando esses pacotes forem lançados você poderá acionar campanhas para atingir esse público e tentar converter essas visitas em leads.

4- Segmentar campanha para celular e não ter um site responsivo

Se o site do seu hotel ainda não é adaptado para ser aberto em dispositivos mobile, ou seja, não tem tecnologia de layout responsivo, é um erro exibir anúncios para smartphones, por exemplo.

Sabemos que a experiência do usuário ao acessar seu site não será das melhores e, portanto, terá um forte impacto na sua taxa média de conversão e ROI. Emergencialmente, neste caso é preferível segmentar sua campanha excluindo qualquer dispositivo móvel e já pensar em investir em um site que atenda essa demanda o mais rápido possível.

5- Anúncios sem sitelinks

Com a extensão de anúncio de sitelink, você exibe links para páginas mais importantes do seu website abaixo do texto dos seus anúncios (além da página de destino principal). Assim, os clientes encontram o que procuram no site com apenas um clique ou melhor ainda: podem encontrar o que nem sabiam que buscavam. Além da facilidade, seu anúncio ganha mais destaque na página dos resultados de busca.

É claro que uma campanha não se resume apenas a essas configurações, mas ao somarmos esses recursos e dicas ao histórico de uma campanha de links patrocinados e demais informações de um hotel, é possível obter um resultado satisfatório dentro das estratégias de marketing digital no segmento de hotelaria.

 

E-book AdWords

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.