Você conhece os fatores de decisão por seu hotel?

fatores decisão hospede

A internet já está no dia a dia dos brasileiros, e tem posição essencial na tomada de decisões quando se fala em viagem e turismo e todo o mercado envolvido nesse setor, como a escolha pelas hospedagens.

São 100 milhões de brasileiros conectados, e desse total cerca de 82% usa a internet para fechar uma viagem. Sobre as plataformas utilizadas para essas pesquisas, o mobile (smartphones e tablets) tem se destacado, e o Brasil foi em 2014 o 10º na porcentagem de reservas via mobile. Em 2015, a expectativa é que 25% de toda a receita do mercado de viagens seja proveniente do mobile. Se o seu site ainda não está preparado para essa era mobile, você precisa ler este texto sobre a importância dos sites responsivos.

A pesquisa do Google ‘Travelers Road to Decision’ apontou que 65% das pessoas que viajam a lazer começam o planejamento da viagem pesquisando online. Entre os viajantes a negócios, esse número sobe para 69%.

A mesma pesquisa coloca os sites e aplicativos de hotéis como uma das principais fontes usadas na escolha da hospedagem, correspondendo a 48% das pesquisas para quem viaja a lazer, e 60% para quem viaja a trabalho. Ferramentas de busca também mostram números expressivos, provando a importância das estratégias de SEO para o site do seu hotel: essas ferramentas correspondem a 60% das fontes de informação para os viajantes de lazer, e 55% para os viajantes de negócios.

O marketing digital e o aumento nas taxas de ocupação no seu hotel

Sabendo que o brasileiro planeja sua viagem usando a internet como principal ferramenta de pesquisa, fica clara a importância de marcar sua presença online. Com um site atrativo e estando presente nas mídias sociais e nas principais ferramentas, como TripAdvisor e Booking seu hotel fica em evidência, facilitando a decisão do hóspede.

Em 2014, 3 em cada 10 pessoas fizeram ao menos uma reserva em hotel pela internet, com um índice de satisfação de 93%. E é justamente essa boa reputação online a que mais se busca conquistar, pois ela se converte depois em novos hóspedes: 52% do público entrevistado disse escolher suas acomodações de acordo com as avaliações que lê na internet.

Diante de todos esses dados, não há argumentos para ficar alheio à internet. Mais do que isso, é preciso criar canais de contato com seu público conforme as dicas de atendimento online que damos neste texto ‘4 dicas para atender reservas feitas pela internet’. Assim, seus hóspedes terão condições de tirar dúvidas sobre reservas e serviços de maneira prática e rápida, em um verdadeiro SAC 2.0.

A experiência do ‘pós-venda’ também precisa ser valorizada, pois eventuais avaliações negativas precisam ter respostas oficiais, claras e que não deixem nenhuma brecha para dúvidas, tanto para quem escreveu a avaliação, quanto para os hóspedes em potencial que vão ler essa avaliação no momento de suas pesquisas.

 

E-book Site

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.