Marketing inbound e SEO: atenção aos algoritmos!

Marketing inbound e SEO: atenção aos algoritmos!

Toda estratégia baseada em marketing inbound e SEO enfrenta um desafio permanente: as frequentes atualizações do algoritmo do Google. 

Profissionais de marketing digital precisam estar constantemente atentos, pois cada mudança nesse algoritmo pode significar uma perda de posicionamento no ranking de buscas.

Imagine todo um esforço para manter o site ou conteúdo do blog na primeira página de pesquisa. E então, tempos depois, ele se perder entre as infinitas páginas e conteúdos secundários… Sim, um verdadeiro pesadelo!

Portanto, acompanhar as atualizações e manter a otimização do conteúdo de marketing inbound dentro das regras de SEO é fundamental para que o trabalho não seja em vão.

Com base nessa necessidade, vamos dar aqui uma noção de como funciona o algoritmo do Google e porque essa compreensão ajuda no acompanhamento das mudanças para aperfeiçoar as estratégias de SEO e inbound. Acompanhe!

Como funciona o algoritmo do Google?

O propósito do algoritmo é melhorar a experiência de navegação e os resultados de busca na página do Google.

Portanto, o grande objetivo das atualizações é organizar todo o conteúdo da internet e entregar ao usuário as melhores respostas para cada pesquisa.

A Google mantém em absoluto sigilo quais os fatores de ranqueamento do algoritmo, e dá apenas uma lista de ações necessárias para o bom posicionamento. Assim, o algoritmo é aperfeiçoado para entender e descobrir o que há de mais relevante, dentro de uma série de regras.

Essas são as chamadas regras do SEO (Search Engine Optimization), que na tradução para o português nada mais é do que o “motor de otimização de busca”, que varrem todo o conteúdo da web em busca do conteúdo mais relevante e de maior qualidade.

Contudo, os melhores resultados não são apenas os que tem as melhores respostas, mas também os que oferecem uma navegação amigável e sem dificuldades. E para isso, o algoritmo percorre um caminho em três passos:

  1. Rastreamento
  2. Indexação 
  3. Ranqueamento 

Durante esse trajeto, tudo é organizado até chegar na última etapa. É no ranqueamento que o foco do SEO se concentra e todas as regras que foram – ou não – respeitadas ao criar conteúdos de marketing inbound e desenvolver o site farão a diferença para o posicionamento na página do buscador.

Estratégias de marketing inbound e SEO: como acompanhar as atualizações?

De tão significativas, cada atualização do algoritmo do Google recebe um nome. A primeira delas, batizada de Florida, aconteceu em 2003. Foi a partir daí que o SEO entrou no jogo e, assim, a atualização removeu cerca de 50% dos sites listados pela busca orgânica.

Desse modo, sites de baixa qualidade foram dectados pela Florida, que era suficientemente inteligente para perceber más práticas, como o keyword stuffing (excesso de palavras-chaves). Contudo, ainda não havia na época sistemas e plataformas de otimização como hoje, que alertam sobre esses excessos.

De lá pra cá, cerca de oito atualizações significativas foram realizadas, mudando a forma como os dados são processados e emitidos na busca, e também exigindo que profissionais de marketing digital aperfeiçoassem suas estratégias.

A última atualização de maior impacto foi feita em junho de 2019. Entretanto, foi mais direcionada a sites na área da saúde.

Dicas para manter seu site e conteúdo de marketing inbound nas primeiras posições do ranking

Mesmo com a tecnologia empregada para auxiliar a otimização de sites e conteúdos de marketing inbound, manter a atualização do conteúdo depende do acompanhamento das novidades e de entender como o algoritmo “pensa”. 

Portanto, o desafio não está apenas em otimizar os novos conteúdos, mas principalmente não deixar que todo o trabalho desenvolvido antes da atualização se torne obsoleto e se perca entre os milhões de resultados considerados irrelevantes ou insuficientes pelo algoritmo.

A seguir, vamos listar algumas formas de manter a otimização de SEO para conteúdos de marketing inbound já publicados:

  • revisar tudo que foi publicado e incluir novas informações nos conteúdos que ainda têm relevância e validade da pauta;
  • acrescentar mais parágrafos e otimizar a palavra-chave;
  • redirecionar URLs antigas;
  • verificar o funcionamento de links externos presentes nos textos e remover o que se perdeu;
  • incluir novas mídias (imagens, infográficos, vídeos…) nas publicações antigas ;
  • republicar o conteúdo atualizado nas redes sociais para gerar mais engajamento e conversão do material já existente.

Lembrando que os critérios de SEO de um site também precisam ser reavaliados e revisados de tempos em tempos, conforme as mudanças do algoritmo, para que a página não tenha uma perda de posicionamento significativa na busca orgânica.

Se ainda existem dúvidas sobre como acompanhar as atualizações do algoritmo do Google e manter sua estratégia de inbound e SEO em dia, nós podemos ajudar. Entre em contato agora mesmo com equipe da Gerente Web!

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.