Plano de marketing: etapas e elementos essenciais de uma estratégia de sucesso

Você sabe como criar um plano de marketing para fazer seu negócio se destacar no mercado? Fique tranquilo, pois mostraremos quais são as etapas e elementos essenciais.

Mas não se engane! Um plano de marketing envolve muito mais que ações para divulgar a sua marca.

Você precisará primeiro mergulhar na essência da sua empresa. Afinal, compreendê-la é a única forma de melhorá-la, destacar seus diferenciais e encantar seus clientes. Vamos lá?

Etapas de um plano de marketing de sucesso

1. Diagnóstico da empresa

O primeiro passo é conhecer a sua própria empresa. Afinal, é preciso entender o que vocês fazem de melhor, que os diferencia de todos os outros concorrentes. Ou seja, suas forças.

Além disso, sua equipe precisa analisar as fraquezas do negócio, as oportunidades que o mercado oferece e também as ameaças.

Para essa etapa, vale a pena usar ferramentas como a Análise SWOT. Portanto, converse com sua equipe e comece com essa avaliação criteriosa.

2. Análise do macroambiente e microambiente

Por melhor que seja sua gestão e o plano de marketing, fatores externos influenciam o sucesso da empresa. Portanto, a análise do macroambiente e do microambiente são essenciais.

A análise do macroambiente considera as tendências do mercado em geral e da sua região. Assim, os fatores que influenciam são os demográficos, econômicos, naturais, tecnológicos, político-legais e socioculturais.

O microambiente inclui os principais envolvidos com o seu negócio de forma direta. Então, envolve a análise de clientes, concorrentes, atuação dos fornecedores e como novos produtos e serviços podem ameaçar seu sucesso.

3. Análise da concorrência

Para vencer a concorrência, é importante conhecer a estratégia deles. Então, aquela espiadinha, chamada profissionalmente de benchmarking, é uma das etapas do plano de marketing.

Ela permite identificar sua participação no mercado, ter insights sobre a estratégia ou até mesmo sobre oportunidades de diferenciação. Também ajuda sua empresa a visualizar tendências importantes, que podem mudar os rumos do seu negócio.

4. Definição do público e personas

Ao analisar o mercado, seus concorrentes e sua própria empresa, você terá uma definição mais clara do seu público-alvo. Portanto, agora saberá as características das pessoas com maior chance de se tornarem seus clientes.

A partir do público-alvo, defina uma ou mais personas. Assim, sintetize nela as características demográficas, comportamentais e dores que podem ajudar a se comunicar com ela de forma assertiva.

5. Definição do posicionamento

O posicionamento é como a empresa quer ser percebida pelos consumidores. Então, é a imagem que ela deseja construir para que os clientes a enxerguem como única e relevante.

6. Definição de objetivos do plano de marketing e métricas

Depois dessas etapas, vocês criaram os alicerces para a próxima etapa: os objetivos. Então, defina o que desejam alcançar de forma concreta, sem divagações que dificultem a avaliação.

Um bom conceito é o das metas SMART:

  • S – Specific (específicas)
  • M – Measurable (mensuráveis)
  • A – Attainable (atingíveis)
  • R – Realistic (realistas)
  • T – Time-bound (com prazo definido)

Não se esqueça ainda de definir as métricas que utilizarão para medir o fracasso ou sucesso nos objetivos. Assim, será possível avaliar e reorientar a rota.

7. Definição de estratégias

Depois de saber onde querem chegar, é o momento de planejar como atingir esses objetivos. Portanto, é hora de recorrer a um mestre como Kotler e usar o conceito dos 4 Ps do Marketing para alcançar os resultados: praça, preço, produto e promoção.

8. Recursos para cumprir o plano de marketing

Porém, para que essas ações aconteçam, sua empresa precisará de vários recursos. Os principais são os humanos, físicos e financeiros. Ainda pode ser necessário acrescentar os tecnológicos.

Dentro do seu orçamento, o que é possível fazer? Lembre-se de otimizar os recursos financeiros para distribuí-los entre essas áreas e garantir o melhor resultado possível.

9. Cronograma e responsabilidades

Enfim, não adianta ter um plano de marketing maravilhoso se ele não sair do papel. Então, antes de terminá-lo, inclua o cronograma completo com as informações das tarefas que devem ser realizadas, a pessoa ou equipe responsável por cada uma e o prazo de realização.

Acompanhem a execução do plano avaliando sempre o que foi feito e qual o resultado obtido. Se necessário, corrijam a rota, mas sempre levando em consideração o curto, médio e longo prazo.

Pronto, agora você já sabe quais são as etapas e elementos de um plano de marketing de sucesso. Então, é só reunir tudo em um documento, motivar sua equipe e partir para a ação.

Sua empresa já tem um plano de marketing? Ele é completo assim? Conte pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *