Blog atualizado: como ele se encaixa na evolução diária do marketing digital?

Durante muito tempo, o blog foi o carro-chefe do projeto de marketing digital de muitas empresas. Porém, nos últimos anos, nós vimos que o comportamento online mudou muito. A quantidade de acesso às redes sociais produz números vertiginosos e novidades surgem a todo momento.

Diante disso, muitas empresas têm questionado suas estratégias. Uma pergunta frequente é: vale a pena criar um blog? Ainda preciso mantê-lo atualizado?

Se você também tem essas dúvidas, este é o post em que encontrará as respostas. Vamos lá?

Vamos falar a verdade sobre as redes sociais?

Afinal, o que você vai fazer nas redes sociais? Com certeza, você não pegou seu smartphone hoje de manhã e pensou: “Uau! Vou entrar no Instagram para ver o que tem pra comprar por lá”. Esse não foi o seu objetivo.

Da mesma forma que você, as outras pessoas também não entram lá para comprar. Elas passam horas rolando a telinha em busca de entretenimento, de conteúdos que elas consideram interessantes.

Isso significa que as redes sociais não são um ambiente ideal para a venda? Os números mostram que elas têm, sim, um alto poder de conversão. Porém, na maioria dos casos elas são complementares e inseridas em uma estratégia mais ampla.

Vamos pensar assim: a rede social humaniza a marca (ou pelo menos, deveria) e cria um relacionamento com o consumidor. Lá, as pessoas aprendem a gostar de você. É uma relação muito mais afetiva do que racional.

Por isso, a rede social influencia na decisão de compra, principalmente quando o foco da empresa é vender despertando o desejo.

Mas quando se trata de adquirir produtos ou serviços que requerem todo um processo de conscientização e persuasão, que depende do fato de o consumidor compreender o próprio problema e entender que a empresa oferece a solução, as redes sociais não oferecem o ambiente ideal.

Qual é a solução? O bom, velho e eficiente blog. Veja o porquê!

A importância de manter um blog atualizado

Para nós que estudamos o comportamento do consumidor, fica evidente que o Google virou o detentor do saber universal. Essa expressão é exagerada de propósito, mas é assim que as pessoas veem esse buscador.

Deu dor de cabeça? Vai no Goolgle para saber o que é. Recebeu um diagnóstico médico? Vai no Google para entender melhor. Quer fazer um procedimento estético? Vai no Google para ver como ele é feito e que resultado esperar. Abriu um negócio mas não estudou gestão? Vai no Google aprender a fazer um fluxo de caixa, inventário de estoque etc. Quer comprar alguma coisa? Vai no Google e procura as empresas que fornecem.

Portanto, perceba que para resolver seus problemas diários as pessoas não vão para as redes sociais. Elas vão para o Google.

Agora, o que você talvez não tenha pensado é que os problemas das pessoas são oportunidades de vendas para sua empresa. Se o seu negócio oferece soluções que elas precisam, não existe oportunidade melhor para abordá-las.

Então, quando a pessoa digita a pergunta dela no Google, quais são as opções de resposta? São justamente os links que levam para blogs de empresas que constroem conteúdos estratégicos para o topo, meio e fundo do funil de vendas.

Isso significa que, quando sua empresa mantém um blog com conteúdo relevante, ele aparece em dois momentos muito importantes para a persona: quando ela está buscando a solução para um problema e quando já tem uma intenção de compra.

Você já deve ter percebido a importância do blog, mas ainda é importante saber que…

O blog gera muito tráfego para o site

Você já deve ter conhecido alguma empresa que investiu em um site maravilhoso. Contratou um designer, caprichou na aparência, a experiência do usuário é incrível…

Porém, os dias e meses foram passando e adivinhe o que aconteceu? O site sempre recebeu pouquíssimas visitas. Consequentemente, ele também não gera contatos para a equipe comercial, que acaba vendendo mais pelo boca a boca e pela prospecção.

Essas situações são mais comuns do que as pessoas imaginam. Sabe por quê? Por falta de conteúdo.

Afinal, pouca gente vai ter a ideia de simplesmente digitar www.empresadesoftware.com.br ou www.lojadovagner.com.br. O que atrai pessoas para o site é o blog, com as perguntas que ele responde.

A diferença é gritante. Depois que qualquer empresa implementa seu blog, com um processo de produção de conteúdo correto, o resultado é o aumento das visitas ao site. Simples assim!

O blog transforma a empresa em referência

Quando seu blog proporciona as respostas que o público-alvo precisa, o negócio conquista autoridade em seu segmento. Essa credibilidade influencia na decisão de compra, pois a pessoa sente que a empresa realmente entende do assunto. Portanto, é provável que ela ofereça as melhores soluções.

O blog aciona o gatilho da reciprocidade

Mesmo que a pessoa não tenha consciência disso, ela se sente beneficiada por um blog que a ajuda a entender e resolver seus problemas. Isso aciona, mais uma vez inconscientemente, o gatilho da reciprocidade.

O que isso quer dizer? Que se sua empresa oferece o benefício de ajudá-la a resolver seus problemas, ela se sentirá compelida a retribuir esse “favor”. Essa retribuição é a preferência no momento da compra.

O conteúdo oferece justificativas racionais para a compra

Existem compras que as pessoas fazem por um único motivo: porque elas querem. Aliás, existem estudos que mostram que grande parte das nossas compras têm motivação emocional, mas são justificadas racionalmente.

Por meio de conteúdo estratégico, sua empresa consegue oferecer ao consumidor todos os argumentos que ele precisa para justificar a decisão de compra para si mesmo e, às vezes, até mesmo para outros.

Afinal, a gente sabe que a compra é individual, mas não falta gente querendo se envolver nas nossas decisões. Ao justificá-las com os argumentos racionais que sua empresa deu no blog, o consumidor confirma sua boa escolha.

O blog contribui para um bom rankeamento no Google

Vamos supor que a pessoa digite no Google uma expressão como “clínicas de estética em São Paulo”. Quando o site de uma empresa desse segmento não tem blog, as chances de ele ser listado na primeira página são muito pequenas.

Se o site ficar na décima sexta página, ele dificilmente receberá cliques. Porém, se essa empresa tem um blog e costuma receber muitas visitas devido ao seu conteúdo, sua posição de rankeamento melhora drasticamente. Assim surgem oportunidades de venda.

Novidades aparecem no marketing digital? Com certeza! Elas devem ser incorporadas à sua estratégia? Sim, desde que sejam pertinentes para o seu público e as características do seu negócio.

Porém, alguns fundamentos de uma estratégia sólida permanecem, e um deles é o blog. Até que outro recurso consiga proporcionar todas essas vantagens, ele continua reinando na internet.

Quer começar seu blog agora mesmo? Entre em contato com a nossa equipe e conheça um time imbatível de estrategistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *